quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Ser contínuo numa escola dos nossos dias não deve ser pêra doce...

escola

Muitas das vezes em que vou buscar o meu filho à escola, fico baralhada com o á-vontade, já para não chamar mesmo má educação, com que muitos alunos se dirigem aos auxiliares de ação educativa. Falam para eles num tom de provocação, mostrando que se estão nas tintas para o que eles dizem, fazem ouvidos de mercador às ordens que lhes são dadas e ai daquele auxiliar que levantar a voz ao menino, ainda é capaz de levar com o respetivo encarregado de educação em cima por ter ousado tentar fazer-se respeitar!

Isto faz-me imensa confusão mas, realmente, se muitas vezes nem os professores respeitam... e isto não é uma falha da escola, em si. A missão primordial da escola é ensinar, educar os nossos filhos e ensiná-los a 'saber estar' é uma missão de que nós, como pais, não devemos nem nos podemos alhear, sob o risco de um dia mais tarde os nossos filhos se sentirem desajustados numa sociedade feita de regras.

Por muita preocupação que eu tenha com as matérias que o G. aprende na escola e com o aproveitamento que demonstra das mesmas, desde pequenino que sempre procurei saber como se relaciona com os adultos no contexto escolar. Se é educado, se cumpre o que lhe é pedido, se obedece e claro, também se o tratam bem e se alguém é indelicado com ele, porque nós sabemos que maus profissionais encontram-se em todas as profissões. Felizmente nunca tive motivo de preocupação, nem da forma como se tem comportado para com os outros, nem da forma como os adultos se comportam para com ele em ambiente escolar. E sempre procurei saber de diversas fontes (professores, auxiliares, restantes funcionários, etc.) como se vai processando o seu percurso escolar.

Esta questão assusta-me bastante mais especialmente desde que o G. mudou da escola básica do 1.º ciclo para uma escola do 2.º ciclo. É uma realidade completamente diferente. Se na outra era um ambiente muito mais familiar, todos nos conhecíamos, nesta é tudo muito mais impessoal. Além de que os meninos que passam mais tempo fora de casa, devido aos horários dos pais, acabam por sentir uma sensação de maior liberdade que em certos casos pode ser bem prejudicial. Vejo garotos a faltar às aulas na frente de toda a gente, nem se dão ao trabalho de se esconder. No meu tempo, se algum aluno fosse visto a deambular em horário de aulas, era logo inquirido e levado de volta à aula. Agora não vejo isso acontecer.

Vejo meninos da turma do meu filho já praticamente chumbados por faltas e ainda o primeiro período não acabou. Às suspensões de alunos só naquela turma já perdi a conta. E de que servem? Os garotos que não gostam da escola até agradecem uns dias sem aulas. Parece-me que não há uma metodologia que resulte para encaminhar estes meninos. Penso que devia haver uma maior entreajuda entre escola e pais para resolver eficazmente a questão e perdoem-me a franqueza, mas a organização das escolas em agrupamentos só veio complicar. Apenas facilitou a vertente economicista, mas a nível de resolver os outros problemas, piorou imenso. Um diretor de agrupamento não consegue perceber a realidade de cada uma das suas escolas. Uma regra que pode funcionar muito bem numa escola, pode ser contraproducente noutra. Coisas que ficam lindamente no papel são dificilmente postas em prática porque não há meios, nem muitas das vezes comunicação.

Moro no concelho de Sintra. Toda a gente sabe que é uma zona com muitos problemas, complicadíssima por vezes. Já vi cenas à porta desta escola que me assustaram, e não percebi a demora na chamada da Escola Segura. Quando conversei com os auxiliares sobre isso, dizendo que da próxima vez eu mesma ligaria para a polícia (elementos externos, quando impedidos de entrar na escola, treparam as grades e entraram, que segurança têm os nossos filhos perante situações dessas??), eles próprios pediram que o fizesse pois também não se sentem minimamente seguros.

Nas escolas das vossas crianças também há problemas destes?                  

40 comentários:

  1. Infelizmente, é cada vez mais assim!
    Beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Bom dia flor, minha filha ainda está na creche ....por enquanto estou livre desses problemas!

    🎄 OBS: Hoje Tem post novo no ar! 🎄
    Beijos!!!
    <a href="https://aprimeiracasaninguemesquece.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem uns aninhos para se preparar :)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  3. obrigada pelo comentário <3
    por acaso nunca assisti a nenhuma situação assim tão complicada :/

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem Inês, porque cada vez se assiste com mais frequência :(

      Beijinhos <3

      Eliminar
  4. A verdadeira actualidade deixa-me assustada! Conheço funcionários de escolas e os relatos deles são pavorosos! Bjs
    Coco and Jeans by Marisa x My Instagram x My Bloglovin

    ResponderEliminar
  5. Infelizmente essa é a realidade em muitas das escolas no nosso país, aqui no Porto também se passa a mesma coisa...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Este tipo de coisas assustam-me bastante, ver a diferença de como era antes e de como é agora. Se vou ser capaz de educar os meus filhos bem e se eles não irão ter problemas. Vivemos num mundo cada vez mais complicado. :-/ Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nosso instinto de os protegermos ensina-nos a tomarmos as opções mais corretas. E também vamos aprendendo com os nossos erros ;)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  7. Realmente as pessoas hoje em dia estão cada vez mais mal educadas! Mas eu também já assisti a situações em que os próprios auxiliares não respeitam professores falando mal deles nas costas e á frente dos alunos ou a falar mal para os alunos. Os auxiliares são como os professores estão lá para nos ajudarem com a nossa educação. Que exemplo dão os auxiliares de uma escola quando em vez de estarem um cada secretária no corredor para o que são pagos estão todos reunidos na biblioteca a conversar? A ler revistas? Que exemplo dão auxiliares que nos dizem que os computadores da biblioteca só se pode fazer trabalhos e depois estão no Facebook? A ver roupa? Quando saem da porta da escola que estão a vigiar para ir reunir-se com os outros auxiliares e crianças com 6 anos podem sir à vontade da escola?
    Infelizmente não são só os alunos que estão cada vez mais mal educados e não fazem mais nada. Infelizmente os auxiliares como falaste não fazem nada, na minha escola por exemplo limpam as salas 1 vez por semana, à quarta feira à tarde, ou seja, o que fazem nas outras 8 horas em 4 dias da semana, estão sentados na cadeira a falar uns com os outros e de vez em quando, muito raramente, são chamados à sala para levarem um pano para o aluno limpar o chão porque entornou água ou porque o professor precisa de canetas para escrever no quadro. Não é assim uma profissão tão complicada e há funcionários que são respeitados porque também se dão ao respeito!
    Este é o meu ponto de vista, de uma aluna que já passou várias escolas e convive com esta realidade todos os dias!
    Beijinhos

    http://averamarques.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão Inês, nem todos os profissionais cumprem com as suas obrigações. Nos meus tempos de aluna também me deparei com um ou outro funcionários menos escrupulosos no que diz respeito ao seu trabalho. Obrigada por ter deixado também essa outra perspetiva da questão.

      Beijinhos <3

      Eliminar
  8. Infelizmente isso acontece regularmente na escola onde estudo :/

    Style Days Blog

    ResponderEliminar
  9. Wonderful post, love it! ♥
    Maybe follow for follow?
    Could you click on the links in this post? :)

    http://veronicalucy.blogspot.com/2016/12/lace-up-choker-bodysuit-white-scarf.html

    ResponderEliminar
  10. Também já aconteci a várias situações semelhantes, é uma vergonha...
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook

    ResponderEliminar
  11. É uma tristeza, por isso sempre temos que educar nossos pequeninos e deixar em boas maõs que fazem uma diferença enorme. É muito feio crianças desrepeitosas e as vezes elas tem culpa que são assim. A segurança é algo de se preocupar não é? Tenha cuidado <3 Beijoos

    derepentemodaa.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É preciso muito cuidado mesmo Brenda.

      Beijinhos <3

      Eliminar
  12. Não deve ser fácil mesmo....parece que não há respeito pelo outros...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo Isabel, há muito pouco respeito.

      Beijinhos <3

      Eliminar
  13. gostei imenso de ler o teu texto, pois não só expressas uma grande realidade actual como também demonstras muita preocupação com todos os aspectos da vida do teu menino, o que é excelente e quem me dera que todos os pais tivessem esse cuidado!

    beijinhos

    Blog ChocoPink / Instagram / Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num mundo cada vez mais perigoso há que estarmos vigilantes :)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  14. Algumas situações são bem chatas e vergonhosas =/
    Bjs
    Aquarela Pink

    ResponderEliminar
  15. Oi flor, infelizmente esse é um problema real.

    Beijos
    Lua Mariano
    www.meumundodalua.com

    ResponderEliminar
  16. Infelizmente é uma realidade comum, que me parece ser cada vez mais "normal" por todo o país. E é muito preocupante :(
    beijinhos, The Fancy Cats | Giveaway - Livro Infantil | Giveaway Japan Candy Box

    ResponderEliminar
  17. Infelizmente ás crianças de hoje cada vez mais não têm respeito por ninguém e fazem o que lhes apetece mas e bastante preocupante

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A falta de limites tem consequências desastrosas.

      Beijinhos <3

      Eliminar

Muito obrigada pelo seu comentário, vou ler com toda a atenção e responder aqui no post :D Se tem um blog, não se esqueça de deixar o endereço, quero muito conhecê-lo ;)