domingo, 6 de novembro de 2016

Como se estuda cá por casa...

Em Setembro entrou-se no 5.º ano. Havia muitos receios, mas mais da minha parte, confesso, que o G. nessas coisas é um menino muito descontraído e eu também fiz os possíveis por não lhe passar as minhas preocupações, tentando no entanto alertá-lo para as mudanças que iria enfrentar.

chalk


Durante os quatro anos do primeiro ciclo, nunca houve grandes preocupações cá por casa. O meu filho teve a sorte de ter uma professora excelente que o acompanhou durante todo esse percurso, que os preparou lindamente e sempre foi um menino que gostou de acompanhar as matérias e de se preparar bem para os testes.

Uma coisa que aprendi desde que o meu filho entrou para a escola foi que cada criança tem o seu método, e que o que funciona bem com uma, pode não funcionar com outra. Por exemplo, eu, quando chegava da escola, tinha de ter um tempo para descontrair, funcionava muito melhor depois de parar um pouco e, como mãe, pensava que era o mais acertado a fazer: deixá-lo descontrair e fazer os TPC's depois. Nada disso! O G. chega a casa, desde o 1.º ano, toma banho e quer logo tratar dos trabalhos enquanto lancha. Experimentei deixá-lo descansar e retomar depois, não funcionou. É muito difícil voltar a concentrar-se. Se fizer logo depois do banho, corre tudo lindamente.

Cá em casa também não se deixa nada para depois de jantar. Nessa altura é o momento da leitura, sem TV nem jogos ou telemóvel, só nós e os nossos livros. Mas abrimos uma excepção quando há testes a aproximar-se, ele gosta que lhe faça perguntas sobre a matéria antes de deitar e realmente tem funcionado muito bem. No dia do teste acorda sempre muito tranquilo, não é menino de se agarrar aos livros ou aos apontamentos em stress. Se há alguma coisa em que tem mais dificuldade em perceber, gosta de falar um pouco sobre isso antes de ir para a escola, mas sem stress (tão diferente da mãezinha...)

estudar

No entanto, nem tudo é assim tão tranquilo, a questão dos TPC's muitas vezes não é pacífica. Já é um menino de 10 anos, por isso já tem a sua autonomia, mas gosto sempre de saber que trabalhos tem para fazer e de ver os trabalhos feitos. Por vezes, se tem alguma dúvida, pede a minha ajuda, tento dar pistas sem fazer por ele, porque isso não o ajudaria nada. Outras vezes lá há alguma matéria em que não percebeu isto ou aquilo e tento explicar melhor, de forma a que perceba. Um professor tem uma turma inteira para dar atenção, é natural que seja mais fácil dedicarmo-nos a uma só criança, especialmente porque a conhecemos melhor do que ninguém. Mas depois há a parte conflituosa da questão que é eles esticarem mais a corda connosco em casa do que com os professores na escola (apesar de também existir muito o contrário, os professores que o digam...)

"És mais exigente que a minha professora, ela nunca se queixou da minha letra", "ela nunca me disse para não fazer isto assim", etc., são cantigas que já conheço de cor e salteado e lá lhe respondo sempre "Pois, não te esqueças e que ela tem mais 25 meninos para acompanhar, eu só tenho um!" ;)

Mas o que me deixa feliz é que depois daquele bate-boca, ele chega aos testes e segue os meus conselhos. A letra bem desenhada para não deixar dúvidas, as respostas completas (que nos TPC's insiste não serem necessárias...), as coisas bem explicadas, enfim, afinal não ando cá em casa a falar para o boneco ;)

Tento sempre não o pressionar. Sempre lhe disse que haverá vezes em que apesar de se ter preparado, pode não correr tão bem. Está habituado a tirar notas boas, na casa dos 80 e 90, até já chegou ao 100%, mas se um dia vier para casa com um 50% ou mesmo uma nota inferior, desde que eu veja que ele se preparou, mas que simplesmente correu mal, não há drama, é um percalço que ultrapassará e que lhe será útil no futuro, certamente, pois tudo fará para não o voltar a repetir. É que quando uma criança está muito habituada a tirar boas notas, uma nota mais baixa pode ser uma frustração terrível, especialmente se se sentir muito pressionado em casa e só fará com que no próximo teste vá muito mais nervosa. 

learning


Todos sabemos que por vezes os TPC's são uma carga pesada. Eu não sou totalmente contra este método (se calhar por um motivo puramente egoísta, eu realmente gosto de acompanhar as matérias que ele vai dando e perceber onde tem mais dificuldade), mas reconheço que por vezes é complicado, especialmente para quem chega tarde a casa e ainda por cima tem de repartir a atenção pelo estudo de dois ou mais filhotes. Os próprios garotos chegam a casa cansados de um dia de escola e ansiosos por poderem fazer as coisas de que mais gostam. Tento por isso incentivá-lo a fazer as coisas bem feitas mas realçando sobretudo o que está bem feito. A letra que ali ficou muito bonita, a apresentação daquele exercício que está fantástica, aquele desenho está tão giro, as cores tão bem escolhidas, estes pequenos pormenores fazem-nos sentir-se apreciados pelo esforço que acabaram de fazer, fazem o resto com mais empenho ainda. 

Nos dias em que tem mais carga de trabalhos, às vezes aparece em cima da mesa uma bolachinha de que gosta mais,  uma fruta das suas preferidas ou um lanche melhorado, também funciona muito bem, é quase comida de conforto :) 

Como é óbvio, nada de TV durante os trabalhos de casa. É um princípio de que não abdico. 

 Apesar de ler sempre a matéria nos manuais na preparação para os testes, o G. estuda muito à base de apontamentos, já desde o 1.º ciclo. Geralmente sou eu que lhos faço, mas como já entrou no 5.º ano, estou a tentar fazer a transição e ensiná-lo a fazê-los ele mesmo. As vantagens dos apontamentos são basicamente de, através de cores e de esquemas, por vezes ser mais fácil recordar certas matérias. Enquanto que no manual é mais texto corrido e imagens, nos apontamentos podemos construir as coisas de maneira a auxiliarmos a nossa memória a fixar mais facilmente pormenores que poderíamos esquecer quando lemos um texto. Tem resultado muito bem no caso dele.

Além dos TPC's, também nos socorremos muitas vezes de outro material para treinar para os testes. Por vezes compro livros de exercícios, mas o inconveniente é que há sempre um ou outro exercício que não se enquadra na matéria que estão a dar, então também recorro ao maravilhoso mundo da internet. Procuro fichas ou testes de uma determinada disciplina e, com um documento de Powerpoint aberto, vou copiando os exercícios mais adequados à matéria que está a estudar. Também faço outra coisa que é arranjar vários exercícios diferentes sobre a mesma matéria para ele experienciar várias formas diferentes de abordar o mesmo tema. Isto de facto tem sido muito útil, raramente vem um exercício completamente diferente dos que tentou resolver em casa.       

E, basicamente, é assim que se estuda por cá. E por aí, que truques usam?           

46 comentários:

  1. O apoio em casa é importante...e isso parece não lhe faltar.
    Bom domingo!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto eu tiver possibilidade disso e ele me aturar, não há-de faltar ;)

      Bom domingo Isabel, beijinho <3

      Eliminar
  2. obrigada pelo comentário <3
    acho que usas métodos excelentes :D

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Quêêê? Pelo menos tenta ver os filmes ehehe são fantásticos mesmo :)
    Muito bem, infelizmente quando era mais nova a minha mãe deixava-me mais fazer tudo sozinha, nunca me ajudou com os tpc's (mas ela também é francesa e não percebia nada daquilo eheh), porém, acho que foi bom assim porque habituei-me desde pequenina a ser independente.

    xoxo,
    thesandrafaela || instagram || facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho muito importante esse aspecto, é preciso que se habituem a ser independentes, mesmo o meu filho tendo este acompanhamento em casa, certifico-me sempre disso :)

      Beijinho <3


      Eliminar
  4. Adorei tens ai excelentes dicas para quem filhos
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  5. Excelentes dicas para o seu filho! Está de parabéns! :)
    beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida Marta :D

      Beijinhos <3

      Eliminar
  6. Oi,

    A minha filha tem 16 anos e está no Ensino Médio. Ela não gosta de estudar e de ler, apesar de ter feito de tudo para ela adquirir este hábito. Adorei saber que você e seu filho tem o espaço de leitura após o jantar. Eu deveria ter usado este método. Adorei o post.

    Beijos,

    https://jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde bebé que faço isto com ele, só modificamos um pouco nas férias porque acabamos por sair mais e fazer outras coisas, mas mesmo para a praia nunca quer sair sem levar o livro na mochila (se bem que por vezes não páre 5 minutos quieto para ler na toalha, rsrsrsrs... )

      Beijinho <3

      Eliminar
  7. nunca gostei de estudar eheh mas adorava e adoro ler!

    tens o teu horario muito bem esquematizado

    beijinho

    sramliberdadenegra.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes pode ser um bocadinho complicado, até junho sempre acordei às 3h, o que fazia com que mais ao final da tarde já estivesse muito cansada e não era fácil, ainda por cima o marido com turnos também não pode ajudar muitas vezes, agora tenho tido mais tempo, tem sido mais simples, vai-se fazendo o que se pode ;)

      Beijinho <3

      Eliminar
  8. Lovely post! Maybe we could follow each other on GFC and instagram @djonovic_milica? If yes, follow me and I follow back as soon as I see it.
    Let me know with a comment on my Blog

    http://intonezzee.blogspot.com/

    kisses

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito do post! Cá em casa tento acompanhar a minha princesa ao máximo, acho muito importante! Ela está no 2ª Classe. Ah! e também não há tpc depois do jantar, despachamos isso logo a seguir ao lanche!
    Beijinho
    http://mustbepink.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito bom mesmo, eles também sentem mais responsabilidade se tiverem a noção de que vamos acompanhando tudo :)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  10. Amei o post e as dicas, muito bom termos um cantinho para leitura, ainda este projeto está no papel, enquanto isso qualquer canto pra mim, eu leio... Mas meu quarto tem sido com maior frequência. seguindo e te convido a conhecer meu blog!
    Simplesmente Princesa 💛 Fan Page
    Abraços e sucesso sempre 💛

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também leio em qualquer lado! :D

      Beijinhos e muito sucesso também Márcia <3

      Eliminar
  11. A passar por cá para desejar uma ótima semana!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  12. A passar por cá para desejar uma ótima semana!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  13. Olá bom dia!
    Nossa, que texto incrível, é mt importante esse desenvolvimento ♥

    Tem post novo no meu blog, fotografei com uma amiga na starbucks, vem ver?!
    Espero que você goste, e que me acompanhe para não perder as novidades!

    Um beijo e até a próxima.

    www.blogueiraqueinspira.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  14. Eu costumo planear tudo antes, mas o seu método é ótimo! :)

    www.daysstyle.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Planeamento também é um método óptimo :)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  15. A verdade é que no meu tempo não tínhamos qualquer ajuda nos nossos pais mas hoje em dia as crianças precisam de mais acompanhamento.Ser um pouco autônomo é mesmo excelente para o crescimento dele.bjs

    Coco and Jeans By Marisa

    ResponderEliminar
  16. Mudanças de séries são complicadas , mas com carinho atenção e ajudinha as crianças conseguem ir muito bem =)
    Bjs
    Aquarela Pink

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, são realidades completamente diferentes.

      Beijinhos <3

      Eliminar
  17. Ainda bem que consegues ter tempo para acompanhar isso tudo e mesmo assim deixares o menino ser autónomo. Por vezes assisto aos pais a fazerem tudo por eles, e isso definitivamente nunca é bom! É importante também que o menino ganhe resistência à frustração, crianças que estão muito habituadas a tudo correr à sua maneira podem crescer sem essa resistência. Mas também é importante realçar que mesmo que corra mal e tire má nota, terá sempre o apoio dos pais.

    Beijinhos

    Blog ChocoPink / Instagram / Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso assusta-me muito, têm de estar preparados para os resultados menos bons também e não se deixarem desanimar mas, sobretudo, perceberem que nada aparece de mão beijada, sem algum esforço :)

      Beijinho <3

      Eliminar
  18. E tenho a certeza que vai ser um menino de muito sucesso, com todo esse apoio fantástico em casa :D
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A gente bem tenta encaminhar e orientar, mas o trabalho e as escolhas têm de partir dele :)

      Beijinhos <3

      Eliminar
  19. É muito bom ver esse apoio que dás ao teu filho e os teus métodos são excelentes de certo que irá ser um aluno brilhante, concordo em que lhe digas que por vezes nem sempre temos altas notas mas que apesar de tudo isso apoiamos a criança essa nota pode ser devido ao não termos tanto interesse na matéria, ou devido a não termos entendido bem ou algo do género mas que no próximo teste irá melhorar, acho que não devemos dar ou castigar ou mesmo massacrar a criança com um sermão enorme.
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, o mais importante é perceber onde falhou e não tornar a cair no mesmo erro, de outra forma, se for martirizado acabará por se desmotivar.

      Beijinhos <3

      Eliminar
  20. Dicas maravilhosas.
    Ótimo poste.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. A minha mais velha só entrou para a escola este ano. Começou a semana passada a trazer um livro para lermos em conjunto e é este o TPC semanal por agora. Nunca tive acompanhamento dos meus pais para estudar e acho que isso foi em certo ponto favorável porque tive eu própria de inventar o meu próprio método de estudo. Agora como mãe sinto necessidade de acompanhar muito mais as minhas filhas tentando no entanto não lhes tirar o espaço delas.
    Agora pergunto... os pais que estão o dia todo fora de casa a trabalhar e chegam muitas vezes tarde e exaustos a casa... como fazem?

    Beijinhos

    avidanaotemdeserperfeita.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comigo foi igual, excepto aos 5 anos quando estava prestes a entrar para a 1ª classe, altura em que a minha mãe se sentava comigo para eu treinar letras e números, sempre me desenrasquei sozinha e sempre fui boa aluna, a diferença que eu noto mais hoje em dia é que os programas são diferentes, muito mais extensos do que quando eu frequentava. Além disso, hoje em dia os garotos tem muitos mais estímulos que os distraem das suas tarefas escolares, e por isso precisamos estar mais atentos do que os nossos pais estavam connosco. E realmente tem toda a razão, os pais que chegam tarde a casa são obrigados a confiar noutros essa tarefa, ou nos centros de estudo, nos atls, etc. O que posso dizer da minha experiência é que pode funcionar muito bem se se conseguir programar e seguir esse esquema (tenho várias amigas que chegam a casa tarde e não abdicam de seguir o estudo dos filhos), mas quando se tem vários filhos, se chega a casa cansada e muitas vezes quando se tem de fazer tudo sozinha, pode ser quase impossível, porque o cansaço às vezes é imenso. Também pode funcionar bem quando pai e mãe já têm as tarefas divididas e programadas, nesse caso é mais fácil. Mas cada família tem a sua realidade, e o que pode funcionar muito bem em casa de um, pode ser desastroso na casa de outro.

      Beijinho Cristina <3

      Eliminar

Muito obrigada pelo seu comentário, vou ler com toda a atenção e responder aqui no post :D Se tem um blog, não se esqueça de deixar o endereço, quero muito conhecê-lo ;)